Branco de Búzios

In Búzios, Esportes por Eva LartigueDeixe um comentário

Mais um jovem talento do futebol de nossa cidade

Por Victor Viana

1912036_398538540285538_2292430760018688590_nDouglas Bueno, o Branco, tem apenas 15 anos, morador da Rasa desde sempre, é filho do lavrador Denildo, conhecido por todos no bairro como chapisco.  Branco demonstrou que era bom de bola desde bem pequeno, começou com 10 anos no Esperança Esporte Clube na Rasa e logo foi convidado por Altir Tardelli para jogar como lateral esquerda no Desportivo Búzios, em Manguinhos. Lá disputou  a chamada Copinha e ainda com 14 anos fez os testes para jogar no Bangu e passou. Hoje é federado e atua na categoria sub-15, um orgulho para seus pais, seu bairro e para nossa cidade.

“Moro e estudo em Bangu atualmente – divido aluguel com mais dois amigos e estou no 1° ano do ensino médio- e só volto nos finais de semana para Búzios. Meu plano é seguir carreira no futebol, o que posso dizer sobre o que estou vivendo é que é um sonho sendo realizado”, conta feliz ao Perú.

Mas a realização de um sonho não é algo fácil – Branco tem mais três irmãos. Na verdade são muitas as dificuldades que precisam ser dribladas pelo jovem talento de Búzios, como conta emocionado o seu pai:

“Foi e é uma luta para chegar onde chegamos. É um orgulho ter o Branco como filho, poder apoiar seu sonho. Financeiramente  não é fácil, um lavrador conseguir  bancar um garoto não é fácil, a despesa não é pouca. O Branco ainda não recebe ajuda de custo, bancamos tudo. Quero agradecer o apoio que tenho dos amigos como o Jurandir e da Drogaria Canaã, ambos do Alto da Rasa, eles me ajudam a manter o sonho do Branco, assim como o Paulo Cesar, que tem um filho jogando no Bangu e que leva o meu garoto sem me cobrar combustível e pedágio. Quero agradecer também ao João e o Claudio que acolheram o garoto. O Adriano que reconheceu o meu filho, foram os contatos dele que fizeram isso acontecer”.

A história do Branco é bem conhecida de todos nós brasileiros, um talento da comunidade que precisa de apoio para dar sequência ao seu sonho. Que tanto as  instituições privadas quanto o Poder Público – o pai do Branco faz um apelo a Secretaria de Esportes –  valorizem mais os jovens atletas do município, porque é Búzios que ganha com isso ao ter uma geração de jovens dedicadas a uma atividade saudável e ainda trazendo títulos que engrandecerão a cidade em esfera nacional e até mesmo internacional, é um investimento.

Tanto Branco quanto o seu pai falam com admiração de outro talento do bairro, o Lorram – atualmente jogando pelo Vasco: “Me espelho muito nele (Lorram), peço que Deus o abençoe sempre”.

 No Bangu ainda há  mais dois jovens buzianos, o Erick e o Paulo Victor, amigos de Branco.

Deixe um Comentário