Os mais votados são também os mais investigados

In Búzios, Noticias, Política por Eva LartigueDeixe um comentário

Dos 108 parlamentares mais votados, 40 são investigados em diferentes instâncias judiciais

jair-bolsonaro-racistaUm levantamento realizado pelo jornal O Globo mostra que quase 40% dos deputados federais campeões de votos e dos senadores eleitos no último domingo são investigados em procedimentos na Justiça a partir de acusações da polícia e do Ministério  Público (MP), com suspeitas que vão de desvio de recursos e improbidade administrativa a crime de tortura e desrespeito à Leia Seca.

Deputados

Entre eles está o deputado mais votado no Rio, o assustador Jair Bolsonaro (PP), que é citado em inquérito no Supremo Tribunal Federal (STF) que apura crime ambiental, mais especificamente pesca ilegal em Angra dos Reis (que consciência! Ele foi muito bem votado em Búzios, onde pesca ilegal é o que mais tem).  Como é de se esperar, ele nega tudo (inclusive o direito dos homossexuais).

Por falar em políticos obcecados por gays, também está na lista o  3º deputado mais votado em São Paulo, o pintoso Pastor Marco Feliciano (PSC).  Fefe responde a inquéritos no STF sobre funcionários fantasmas. Seriam pessoas ligadas a suas igrejas que recebem na Câmara sem prestar serviço.

Senadores

O Senado também tem investigados no grupo de senadores eleitos para atuar nos próximos  oito anos. Um deles foi flagrado em blitz da Lei Seca quando já era parlamentar, Gladson Cameli (PP). Mas ninguém pode se esquecer do nosso querido Collor de Mello, que  investigado pela Polícia Federal no caso que envolve o doleiro Alberto Youssef tinha comprovantes bancários de depósitos que somam R$50 mil em nome de Collor.

Deixe um Comentário